Quinta-feira, 29 de Outubro de 2009

digo-o por amor

Neste momento o relógio marca 00h38m, estou deitada na minha cama a escrever um rascunho deste post que agora estão a ler. Não passou muito tempo desde que cheguei a casa mas passaram três horas desde que saí.

O bilhete do cinema marcava 21h30; entre trailers, publicidade e uma espera que me pareceu demorar anos, não sei a que horas começou o filme... Mas sei como começou... Começou com uma breve introdução daquilo que será exibido e depois vem o título: THIS IS IT, simbolicamente traduzido para um "AQUI FICA".

 

Por diversas vezes li a "notícia" de que, e passo a citar, "Michael Jackson queria morrer porque já não tinha voz nem capacidades físicas para dançar" mas desenganem-se, meus caros; Michael tinha mais energia numa perna do que eu, com metade da idade dele, tenho no meu corpo todo. E a voz? Ele cantou todas as canções e fê-lo com a mesma voz que encantou milhões.

 

Depoimentos de bailarinos feitos antes de começarem os ensaios, a selecção desses bailarinos, o anúncio dos concertos feito pelo próprio Michael e uma visão de um palco com proporções gigatescas ainda em processo de construção... E temos os ensaios.

Longe de mim querer fazer um depoimento detalhado ou, como se costuma dizer, fazer um "inventário", não quero desvendar muito do que vi com respeito para quem ainda não viu o filme, portanto, vou apenas destacar algumas cenas.

 

De um modo geral, sem destacar qualquer momento em especial, posso revelar que Michael nunca fez uma única crítica, não no sentido de querer impôr a sua ideia, ele apenas dizia, com extrema doçura, aquilo em que estava a pensar e concluia com um "digo-o por amor". Esta é talvez a frase que mais vezes ouvimos Michael a dizer: "digo-o por amor".

 

Quando chega a vez de "Smooth Criminal", era suposto passarem um vídeo, as luzes do palco acenderem, Michael virar-se para o público, a música começar a tocar e os bailarinos dançarem, tudo em simultâneo. Mas o vídeo acabou, Michael virou-se para o público (ou onde deveria estar o público), a música não começou e, por consequência, os bailarinos não se mexeram. Por uma fracção de segundos, ficaram todos quietos e calados até que Kenny Ortega pergunta:

- Houve alguma coisa que não perceberam? Foi eu que me expliquei mal? Porque é que  a música não começou?

Michael arrecada com as culpas e diz:

- Eles esperam pelo meu sinal.

Kenny:

- Esperam pelo teu sinal?

Michael:

- Sim, eu fico virado para o público e dou o sinal.

Kenny:

- Mas, Michael, se ficares virado para o público não sabes quando as luzes do painel que está atrás de ti se acendem!

 Michael, numa clara tentativa de safar os músicos de levaram um raspanete:

- Eu sinto-as. (silêncio) Sim, eu sinto-as e dou o sinal.

Caso encerrado! :)

 

Não faltaram as músicas dos Jackson 5 e aqui houve uma cena que me  maravilhou.

Uma das músicas começou, os bailarinos dançavam em sincronia mas Michael não cantava como deveria cantar... Saltava palavras e ia sorrindo como quem sabe que há algo ali que não bate certo; só no fim da música é que ele revelou o prolema: o som do auicular estava alto demais e, como ele próprio disse, parecia "um punho cravado no ouvido". Kenny Ortega pergunta se ele quer que baixem o som e Michael fica a olhar para ele com a inocência de uma criança e responde "Sim, é que parece mesmo que tenho um punho dentro do ouvido" e continua a justificar-se como se tivesse feito alguma coisa de mal ou se tivesse pedido uma coisa impossível. Depois de baixarem o som do auricular, e de Michael ter agradecido com um "Deus vos abençoe", os ensaios recomeçam.

Logo após a parte das músicas dos Jackson 5 ter terminado, Michael diz o nome dos irmãos, do pai e da mãe e acrescenta: "Amo-vos, Deus vos abençoe".

 

"Black Or White" é o rock' n roll a que estamos habituados.

Quem está familiarizado com os concertos de Michael, sabe que a guitarrista que o acompanhava era uma senhora loira com uma grande cabeleira :) A guitarista desta nova equipa, é igualmente loira mas não aparenta ter mais de 20 anos.

Quando Michael está a interpretar "Black Or White", vai dando instruções, com as mãos, a essa rapariga para que ela saiba quando deve acompanhá-lo e onde deve parar, entretanto os músicos param de tocar e ela pára também, quando deveria continuar, então Michael, que está mesmo ao lado dela, diz-lhe "Eles param mas tu continuas", rapidamente ela retoma a actuação mas não acerta na nota, Michael vai dando instruções e ela, sem parar de tocar, vai mudando de notas mas continua a não acertar na que Michael pretende, ele, com toda a calma e doçura, diz-lhe "Atinge a tua nota mais alta! É a tua hora de brilhar. Nós estámos contigo mas é a tua hora de brilhar". E ela consegue! :)

Assim se reconhecem os génios.

 

Não vou dizer qual é a última música pois isso seria interferir directamente com as emoções de quem vai ver o filme mas posso revelar que vemos interpretações de muitas músicas, por exemplo: "Billie Jean", "Beat it" com Michael a lembrar-se subitamente de queimar o casaco em palco, "I Just Can't Stop Loving You", "Earth Song" que inclui a linda história de uma menina que tenta salvar a última árvore do planeta, "The Way You Make Me Feel" com Michael a fazer piadas com o ritmo da canção, "Human Nature" cantada à capella, um vídeo fenomenal de "Thriller" e a coreografia que todos conhecemos, "Man In The Mirror" e uma piada sobre as "linhas aéreas" e Michael a dizer que adora ver as hospedeiras de bordo a darem instruções, etc.

 

Vemos Michael como ele realmente era:

- humilde

- doce

- genial

- com um sorriso travesso (há até quem o chama de diabrete)

- sempre a acalmar músicos e bailarinos

- a marcar o ritmo

- a coreografar

- a dar opiniões com o cuidado necessário para não serem imposições e sempre concluíndo com um "digo-o por amor"

- a alegrar

- a saborear um chupa-chupa

- a dançar

- a cantar

- a dizer docemente "é para isto que servem os ensaios" quando alguma coisa corria mal

Enfim, mais do que ver Michael, sentimos o Michael.

 

Juro que dá vontade de abraçá-lo e levá-lo para casa

(se fosse posível).

 

Embora houvesse toda uma equipa responsável pelo espectáculo, era Michael quem instruía músicos e bailarinos. Ele não se limitava a chegar ao palco, cantar, dançar e virar costas; ele estava lá, do princípio ao fim, a ouvir todas as canções, a ver os bailarinos dançarem, a cantar até atingir a nota perfeita, a verificar os efeitos especiais... Tudo passava por ele. Talvez por isso This Is It seja a maravilha que é, porque foi planeado por alguém igualmente maravilhoso.

 

Os créditos (aquela lista que aparece no final de todos os filmes com os nomes de todas as pessoas envolvidas) passaram ao som da música "This Is It" e ninguém no cinema arredou pé até a música acabar. Provavelmente foi a primeira vez que testemunhei uma coisa dessas.

 

Foi lindo, foi fantástico, sim, dá vontade de chorar... E de rever vezes sem conta :)

 

 

http://www.witness.co.za/portal/witness_db1/UserFiles/SysDocs/bb_content/29344/mj%20sings%20again.jpg

 

"I SAY IT FOR LOVE

L. O. V. E.

LOVE"

MICHAEL JACKSON

publicado por mafalda às 11:27
link | comentar | favorito
42 comentários:
De patypinheiro a 29 de Outubro de 2009 às 16:02
Amiguinha tho andado afastada mas leio sp os teus posts e cmo sabia k irias ver o filme ontem tive de vir cá e fiquei com muita vontade de ir ver...espero conseguir no fds;)
Beijinho grande*
*Paty*
De mafalda a 29 de Outubro de 2009 às 20:38
olá, minha querida.
em primeiro lugar, obrigada por me leres :) eu sei que andas sempre muito atarefada e é importante saber que tiras um tempinho para as minhas parvoíces ;)
também espero que consigas ver o filme, é muito bom! como ouvi alguém no cinema a dizer: dá vontade de ir ver os concertos a londres (caso eles se realizassem).
beijinhos.
De Aninha a 29 de Outubro de 2009 às 17:23
Deve ser lindo, agora ainda me dexas-te mais anciosa!!!!!
ja só faltam 2 dias pra eu ir ver!!!
Ja agora so por curiosidade: Tava muita gente quendo foste ver????
E que eu tive a ver na net, e por enquanto na minha sessão so havia 10 pessoas!!!
Beijinhos, ainda bem que gostaste!!!
De mafalda a 29 de Outubro de 2009 às 20:42
é muito lindo, sim!
o único público que assistia aos ensaios eram os bailarinos e alguns elementos da equipa técnica mas, garanto-te, o empenho de michael era o mesmo que teria caso estivesse a actuar para milhares de pessoas.
ver o filme é como ver o concerto, com o acrescento de vermos michael enquanto pessoa e não só como artista.
considerando que era uma quarta-feira à noite, quase fim do mês (altura em que o dinheiro não costuma abundar), sim, estava muita gente. a sala não estava cheia mas tinha bastante audiência.
tu foste ver a tua sessão mas esqueces-te que esses dez lugares foram comprados com antecedência, tens de pensar que muitas mais pessoas irão comprar o bilhete na hora.
beijinhos.
De Aninha a 29 de Outubro de 2009 às 21:25
Sim, eu ja pensei nisso, e acho que vai estar cheio!!
Eu e que me apressei , comprei logo dia 27 de Setembro , com medo que acabassem!!
Mais vale prevenir ;)
De mafalda a 29 de Outubro de 2009 às 21:29
eu comprei o meu no dia 1, por duas razões: por receio de acabarem e para ter a certeza de que realmente iria ver o filme.
é muito mais real quando temos o bilhete na mão... mesmo que seja com um mês de antecedência :)
depois diz-me o que achaste! como gostas tanto da earth song, vais adorar uma certa e determinada parte que eu cá sei... e mais não digo! ;)
De Aninha a 30 de Outubro de 2009 às 17:22
Ai, agora ainda me deixaste mais curiosa!!!
E ja amanha!!!!
De mafalda a 31 de Outubro de 2009 às 08:23
depois conta-me tudo ;)
De Aninha a 31 de Outubro de 2009 às 08:55
Ta descansada que eu conto logo!!! Estou anciosa, estou desejosa que cheguem as 4 da tarde!!!
De mafalda a 31 de Outubro de 2009 às 21:35
eu contei todos os minutos até serem 21h30 de quarta-feira ;)
De Sindarin a 29 de Outubro de 2009 às 18:31
Olá amiga! Eu não vi e só li o k aqui deixaste mas fi-lo de lágrimas nos olhos. Adorava o Michael porque o achava uma espécie de anjo ainda criança querendo acabar com os males da humanidade e uma ingenuidade pura. Foi uma grande perda, pela voz, pelo homem e por tudo o k ele representava. Não haverá tão depressa uma força da natureza como aquela. My he rest in peace! Beijinhos grandes para ti,
De mafalda a 29 de Outubro de 2009 às 20:46
agora quem ficou com as lágrimas nos olhos, fui eu.
penso exactamente igual!
ele era uma eterna criança pura, inocente e ingénua, que acreditava no bem e nas pessoas em geral.
ver este filme é testemunhar como ele realmente era humilde e doce. toda a gente sabe os recordes que ele estabeleceu, os discos que vendeu, os prémios que recebeu... mas ali estava ele, entre músicos e bailarinos, com uma humildade arrepiante e uma doçura extrema.
certamente não haverá outra pessoa como ele e isso é muito mau!
ele era realmente bom, aliás, era o melhor.
obrigada pelo comentário, é tão bom sentir-me acompanhada.
beijinhos.
De Just Moments a 30 de Outubro de 2009 às 09:59
..O Michael era uma pessoa incrível..
E posso dizer-te que já não passo sem todos os dias ler os teus post deste cantinho!

Tanto que já não me lembro de ir ao cinema , mas essa paixão com que escreves, convenceu-se a ir ver o filme!

obrigada Amiga..por tudo!
De mafalda a 31 de Outubro de 2009 às 21:39
:)
é maravilhoso vê-lo!
conhecer tudo o que ele atingiu, o estatuto que possuía, os recordes que estabeleceu, etc., e saber que era tão incrivelmente humilde é fantástico!
ele estava ali como se fosse o primeiro ensaio da sua vida, como se todos à volta dele fossem pessoas extremamente importantes e ele um "zé-ninguém".
vai ao cinema! :) sim, vai! vê com os teus próprios olhos. não vais lamentar ;)
eu é que agradeço, com o meu coração! és uma das pessoas que mais me apoia e, certamente, saberás o quanto esse apoio é importante para quem o sente.
beijinhos.
De Sorriso a 30 de Outubro de 2009 às 16:22
Olá,
sabes.... tenho que te dar os Parabéns! Este teu texto está muito bem conseguido. Com as tuas palavras consegues que todos se interessem pelo filme, mesmo aqueles que nem gostam do MJ. Melhor não podias ter feito. Gostei! :)

Beijinhos
De mafalda a 31 de Outubro de 2009 às 21:52
olá.
qualquer pessoa que goste do MJ vai adorar este documentário! é uma face dele que não estamos habituados a ver; claro que todos nós já vimos entrevistas, videoclips, documentários, etc etc etc, mas vê-lo assim, a interagir directamente com as pessoas sem pensar nas câmaras, a ser como realmente era, é fantástico.
tudo de bom o que se ouviu sobre ele, após a sua "partida", como por exemplo: ser uma pessoa humilde, com bom coração, muito amável, etc., é provado nestas filmagens.
ele estava ali, no palco, e todos olhavam para ele como uma espécie de deus mas ele agia como se não fosse ninguém. é como se toda a gente tivesse consciência de tudo o que ele atingiu, de todos os recordes que estabeleceu, excepto ele!
e é de sublinhar que ele não estava a fingir! ele não ia adivinhar que ia deixar este mundo e que aquelas filmagens iriam ser divulgadas, né? ;)
fico muito contente por teres gostado.
beijinhos.
De S a 31 de Outubro de 2009 às 23:29
Fogo, fiquei com uma enorme vontade de ver o filme, deve estar fenomenal e tenho que dizer este post também está demais...
De mafalda a 1 de Novembro de 2009 às 22:21
eu mal posso esperar por vê-lo novamente, só desejo que haja a versão em dvd e que não demore muito a sair!
foi fantástico! eu só contei algumas coisas para não revelar muito a quem ia ver o filme.
adorei! fartei-me de chorar, assim, em silêncio e como quem não quer a coisa ;)
obrigada pelo elogio ao post, foi escrito com amor ;)
De S a 2 de Novembro de 2009 às 14:19
parece estar mesmo bom o filme, de certeza que vai sair em dvd, pois é sabes qual é o filme que sai este mes? inimigos publicos =)
De mafalda a 3 de Novembro de 2009 às 08:21
o filme está mesmo um espectáculo! bem, aquilo é mais um documentário do que filme mas não deixa de estar bom ;)
inimigos públicos sai já este mês? que bom!!! ainda não vi.
De S a 7 de Novembro de 2009 às 16:15
a minha melhor amga também já o foi ver e adorou mesmo...
sai, disseram-me no videoclube =)
De mafalda a 7 de Novembro de 2009 às 21:41
mal posso esperar que o "this is it" saia para dvd! estou um bocado receosa pois não sei se realmente vai sair mas é lógico que isso aconteça! agora está tudo e mais alguma coisa à venda, sobre michael, seria um crime não editarem o filme!
ai o "inimigos públicos", quero ver!!!
De S a 9 de Novembro de 2009 às 13:33
é claro que vai sair... já leste a notícia sobre o pai do Michael que quer por o caso em tribunal acho que por não ter recebido herança?
De mafalda a 9 de Novembro de 2009 às 21:32
ainda não vi essa notícia mas isso não me surpreende. esse senhor sempre andou atrás do dinheiro e não me espanta nada que continue assim.
De S a 10 de Novembro de 2009 às 15:24
Pois, esse senhor é um monstro...
De mafalda a 10 de Novembro de 2009 às 22:43
e não aprende! já quis pegar nos netos (filhos do michael) e obrigá-los a cantar tal e qual como fez com os filhos.
De S a 12 de Novembro de 2009 às 23:16
eu sei, eu li, fiquei parva, coitado do Michael por ter o pai que teve...
De mafalda a 13 de Novembro de 2009 às 21:14
por um lado foi bom pois foi assim que ele atingiu tudo o que atingiu... mas isso é suficiente para não deixar uma criança ser criança? penso que não!
por outro lado foi mau porque o michael, por não ter tido infância, só sentia bem com crianças por perto... e toda agente sabe nas acusações que daí resultaram!
felizmente, os filhos do michael têm quem olhe por eles! têm tios e tias que sabem o que sofreram quando eram novos e não hão-de querer que lhes aconteça igual.
De S a 14 de Novembro de 2009 às 21:35
exactamente e também tem a avó... mas esse homem devia ser proibido de estar com os netos, ele é mesmo um parvalhão...
De mafalda a 14 de Novembro de 2009 às 22:13
e depois ficou muito indignado quando descobriu que o michael não escreveu o nome dele no testamento! já bastou andar a sugar os filhos praticamente desde que nasceram.
De S a 16 de Novembro de 2009 às 00:17
Exactamente, o michael agiu mesmo bem...
De mafalda a 16 de Novembro de 2009 às 21:43
sim, muito bem.
só não percebi porque deixou a guarda dos filhos à diana ross! a própria diana ross ficou surpreendida! talvez não tenha nomeado a mãe dele por ela já ter uma certa idade mas ele tem muitos irmãos... a janet, por exemplo.
De S a 19 de Novembro de 2009 às 14:11
se calhar, achou que a Diana Ross daria uma bo mãe para as crianças, ou confiava nela...
De mafalda a 19 de Novembro de 2009 às 21:45
sim, confiava nela... eram bons amigos! e como a irmã, janet, nunca teve filhos, ele deve ter pensado "bem, já que não queres teus, não vais querer os meus" ;)
De S a 20 de Novembro de 2009 às 15:12
exactamente, eu acho que tomou uma boa decisão...
De mafalda a 20 de Novembro de 2009 às 21:37
o melhor mesmo, seria ele viver até os filhos serem grandinhos... mas... já não há volta a dar!
De S a 21 de Novembro de 2009 às 14:14
já que não há volta a dar, deu a quem achava que seria bom para o fazer...
De mafalda a 21 de Novembro de 2009 às 21:12
pois...
De D. a 24 de Novembro de 2009 às 23:54
Vi o filme, confesso que chorei (pelo filme e por outros motivos) e senti vários arrepios. Sem duvida o homem extraordinário que ele era está bem exclarecido no filme.
"AQUI FICA", o filme tem um nome realmente marcante, sim, aqui fica, fica para sempre nos nossos coraçoes e na nossa memoria.

"Vemos Michael como ele realmente era:

- humilde

- doce

- genial

- com um sorriso travesso (há até quem o chama de diabrete)

- sempre a acalmar músicos e bailarinos

- a marcar o ritmo

- a coreografar

- a dar opiniões com o cuidado necessário para não serem imposições e sempre concluíndo com um "digo-o por amor"

- a alegrar

- a saborear um chupa-chupa

- a dançar

- a cantar

- a dizer docemente "é para isto que servem os ensaios" quando alguma coisa corria mal

Enfim, mais do que ver Michael, sentimos o Michael."

tens toda a razao, dá vontade de abraça-lo.

Michael Jackson ontem, hoje, e sempre porque um Rei nunca de esquece

De mafalda a 25 de Novembro de 2009 às 21:01
oh, minha amiga, eu estou mortinha por rever o filme... sei que vou chorar, outra vez, mas é tão bom ver o michael tão cheio de vida, com tanta vontade de cantar e dançar; enfim, é bom vê-lo.
quanto ao abraça-lo, por diversas vezes eu dava por mim a olhar para o ecrã e a desejar fazer-lhe miminhos... pode parecer tolice mas é verdade ;) ele era tão querido, tão doce, tão puro, tão mas tão inocente... dá vontade de abraçar, mimar, embalar, etc etc etc ;)
faz hoje cinco meses e ainda me parece mentira :( a frase "morreu michael jackson" é praticamente impossível de assimilar.
"aqui fica" e aqui (no mundo) ficará...
muito obrigada pela partilha de emoções.
beijinhos.
De D. a 25 de Novembro de 2009 às 21:51
sim, no filme ele estava cheio de vida, mas reparast como estava magro? meteu-me um bocado de impressao vê-lo tao magro, e notava-se que tinha alguma dificuldade em fazer alguns passos, mas mesmo assim nao deixava de ser extraordinário.
5 meses e tudo parece mentira, como é possivel ele ter partido? ainda hoje me questiono em relaçao a isso. Nao é justo, nao é mesmo nada justo.
De mafalda a 25 de Novembro de 2009 às 22:13
sim, muito magro! lembro-me de uma parte em que ele estava com um fato de treino preto, largo, e vê-se como estava magro!!!
saíram notícias que diziam que ele já não tinha voz nem capacidade para dançar... ele podia não ser o mesmo de há 25 anos (quem consegue ser? afinal, passaram 25 anos!) mas dançava na mesma e também cantava! ele não estava a fazer playback e fazia tudo os que os dançarinos faziam! isto é apenas uma pequena prova do lixo que se inventa!
anyway...
cinco meses...
fará meio ano no dia de natal! que mau!!! o michael gostava tanto do natal! vai ser um dia muito triste para os filhotes dele! :(
beijinhos.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Porquê Agora?

a pergunta que mais tenho ouvido e que eu própria faço é: porquê agora? porquê mostrar admiração depois de ele já ter partido? e a reposta é simples e directa: porque ele era nosso, era um dado adquirido... mas nesta vida nada pode ser dado como certo e é nestes momentos que percebemos quão ténue é o fio que nos liga a este mundo. há uma certa tendência para darmos valor depois da perda e, em parte, é disso que se trata. ELE PODE TER PARTIDO MAS JAMAIS MORRERÁ

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.posts recentes

. um ano

. sem dúvidas...

. billie jean

. não estou esquecida...

. a homenagem a Michael nos...

. mais uma homenagem vinda ...

. ousar sonhar

. tradução de thriller

. bom ano novo

. coragem (poemas e reflexõ...

.arquivos

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

.tags

. (in)justiça(1)

. 15 curiosidades(1)

. 1984(1)

. 3t(1)

. a infância(1)

. a sombra evasiva(1)

. a última lágrima(1)

. acidente da pepsi(1)

. acusações de pedofilia(2)

. akon(2)

. alien ant farm(1)

. all the things you are(1)

. american music awards 2009(1)

. amor(1)

. aniversário(1)

. another part of me(1)

. anúncios da pepsi(2)

. aquele homem no espelho(1)

. aquilo que o matou(1)

. as condolências(2)

. as contradições de "living with michael(4)

. asas sem mim(1)

. bad(1)

. barack obama(1)

. barbara walters(2)

. bart simpson(1)

. beat it(2)

. berlin 1989(1)

. better on the other side(2)

. beyoncé(1)

. bill clinton(1)

. billie jean(2)

. black or white(2)

. blanket jackson(8)

. blog destacado(1)

. blood on the dance floor(2)

. boys ii men(2)

. brandon jackson(1)

. brooke shields(5)

. bucarest(1)

. but the heart said no(1)

. captain eo(1)

. causas da morte(1)

. charlie chaplin(2)

. children of innocence(1)

. chris brown(2)

. cinco meses(1)

. citações(2)

. confiança(1)

. coragem(1)

. criança mágica(2)

. cry out of joy(2)

. dancing the dream(19)

. diane sawer(2)

. diddy(2)

. earth song(2)

. elizabeth taylor(2)

. funeral(2)

. geraldo(4)

. guiness world records(8)

. heal the world(2)

. history(2)

. homenagem(2)

. human nature(2)

. i just can't stop loving you(2)

. inocência(2)

. jackson 5(5)

. jackson family(3)

. janet jackson(5)

. jermaine jackson(2)

. joe jackson(2)

. jordan chandler(2)

. la toya jackson(3)

. lionel richie(2)

. lisa marie presley(5)

. living with michael jackson(5)

. macaulay culkin(2)

. magical child(2)

. mario winans(2)

. martin bashir(6)

. maury povich(3)

. michael jackson-o legado(2)

. mtv(3)

. natal(2)

. neverland(3)

. off the wall(2)

. paris jackson(9)

. poema(19)

. polow da don(2)

. prince michael jackson(10)

. smile(2)

. smooth criminal(4)

. the game(2)

. the lean(3)

. this is it(8)

. thriller(9)

. tributo musical(4)

. usher(2)

. vma(2)

. will you be there(4)

. todas as tags

.favoritos

. Quero-te

. Insónia

. É À NOITE

. Esfera

. Palavras

. ESSES TEUS CINCO SENTIDOS...

. É

. Porque não pára o tempo?

. Confiança

. Alma

blogs SAPO

.subscrever feeds